A segurança na Ilha de Margarita

Nos últimos meses tem-se multiplicado más notícias sobre a Ilha de Margarita quanto à segurança.

A Ilha de Margarita se encontra na Venezuela, América do Sul. Lamentavelmente, nossas condições de vida são diferentes das da Europa, os problemas de pobreza e injustiças sociais também fazem parte da vida em nossa querida ilha.

Com certeza, a Ilha de Margarita é tão, ou inclusive mais segura que outros lugares de nossa América Latina.

Tomando as medidas de segurança usuais para viagens dentro do Sul e América Central, as férias terão belos momentos para recordar.

Leve em conta o seguinte:

Se você viaja para Venezuela de Manaus em seu próprio veículo, evite viajar de noite, pois nossas estradas são perigosas, há grupos organizados que colocam objetos na estrada para que os carros parem e eles possam roubar os viajantes. Pare ao anoitecer e desfrute a viagem fazendo diferentes paradas em lugares lindos que encontrará na via.

Se você deixar seu carro em Porlamar, procure um estacionamento vigiado. Não deixe objetos de valor no carro.

Nunca deixe seus objetos de valor sozinhos na praia, não entre no mar deixando a bolsa na cadeira pensando que alguém cuidará para você.

Não leve consigo objetos de valor.

Se você viaja de avião, nunca coloque objetos de valor como dinheiro ou computadores em sua mala, as linhas aéreas não se responsabilizam por eles.

Evite pegar ônibus, vá de táxi, são baratos e podem ser solicitados por telefone.

Se você for roubado, nunca resista, mantenha a calma e entregue tudo.

Não dê informações a desconhecidos e seja discreto quando falar ao celular em público.

Leve uma cópia do seu passaporte consigo e deixe o original no alojamento.

Os centros de Porlamar e de Juan Griego são perigosos.

Não caminhe nas ruas depois das 7 da noite.

Evite praias e ruas desertas.

Reserve seus passeios nas agências de viagem.

cursos de espanhol